Marketing Digital

Compartilhe

0
Shares
0 0 0 0
Young adult woman traveling and vlogging social media concept
25 de agosto de 2020

Vale a pena investir em influenciadores?


Até um tempo atrás, poucas pessoas detinham o poder de influenciar os consumidores na compra de produtos ou serviços. Com a popularização das redes sociais, “qualquer pessoa” pode criar conteúdo de qualidade e se tornar um especialista em um nicho, os chamados “influenciadores digitais”.

Para as empresas, este cenário pode ser uma oportunidade para atingir potenciais consumidores e atingir os objetivos de uma ação de marketing, seja a venda de um produto, a geração de um lead ou a assinatura de um serviço. Mas será que este investimento vale a pena? Trouxemos os principais pontos que você deve considerar antes de realizar este investimento para a sua marca!

1. Mas o que são influenciadores?

Os hábitos de consumos mudaram muito nos últimos anos, e grande parte desta transformação se deu graças às redes sociais e a tecnologia. A Geração Y (os Millennials) é a mais impactada por esses aspectos, sendo uma geração que sempre busca ferramentas digitais para gerenciar as compras e a rotina.

Por exemplo, segundo este levantamento do Portal InfoVarejo, apenas a Geração Y representa 54% das compras online e 40% analisam as avaliações e depoimentos online antes de comprar qualquer produto e, de um modo geral, eles preferem ter ótimas experiências com as marcas, sobretudo com o atendimento. Mas o grande destaque de consumo é que o relacionamento de mídia social vem antes de, de fato, comprar.

Este é apenas um grande exemplo de como o padrão de consumo está ligado ao uso das redes sociais e, por isso, os influenciadores podem ser um bom investimento, principalmente se o seu público faz parte da Geração Y.

Os influenciadores são pessoas que construíram uma relação de confiança com o seu público, geralmente os seguidores das redes sociais – principalmente Instagram e YouTube. O relacionamento, normalmente, é fruto da criação de conteúdo especializado sobre determinado assunto, o que torna esse público nichado.

A profissão de influenciador está se consolidando, mas é preciso estar atento à muitos detalhes para definir se esta relação é positiva para a sua marca.

2. O que olhar antes de optar por eles?

A estratégia com os influenciadores está em ebulição e podemos observar milhares de marcas utilizando esta estratégia. Mas, como uma boa estratégia, é fundamental ter um bom planejamento e compreender quais objetivos sua empresa quer alcançar.

Quem é o seu público?

Sem conhecer o seu público é praticamente impossível dizer que será um bom investimento. Na maioria das vezes os influenciadores possuem um público nichado, interessado em determinados assuntos. Defina as Personas para a sua estratégia, isto é, saiba quais públicos a marca deseja atingir para identificar quais influenciadores conversam com este público.

Proximidade entre a sua persona e a do influenciador digital

Tenha em mente que o influenciador é uma marca que também possui um público alvo definido. Este público deve estar de acordo com o seu para que o investimento seja positivo para ambos. Por isso, a criação da persona da sua campanha é fundamental, assim é possível comparar com o público do influenciador e se os resultados podem ser efetivos.

Credibilidade

Assim como você não divulgaria a sua marca em uma revista sem credibilidade, com os influenciadores deve ser a mesma coisa. Se você encontrou um influenciador com o público parecido com o da sua marca, analise se ele costuma se envolver em polêmicas e como essas polêmicas podem reverberar na sua marca. Afinal, contratar um influenciador é o mesmo que vincular a sua marca à ele, por isso conferir a credibilidade é fundamental.

Engajamento

Outra coisa fundamental é deixar de lado a ideia de que o que importa são as curtidas ou os seguidores. Com isso em mente a marca pode analisar qual é o engajamento do influenciador e se os resultados que ele apresenta estão dentro do seu planejamento.

3. Formatos de ação com influenciadores

Os resultados positivos dependem de uma estratégia muito bem estruturada, por isso tenha em mente qual o objetivo que a sua marca deseja alcançar. Os principais formatos de campanhas são com foco em awareness, branding ou conversão.

As campanhas de awareness buscam o maior alcance possível, com o foco em aspectos quantitativos. Geralmente é algo contratado quando a empresa é nova no mercado, quer gerar o crescimento da sua presença ou quando há mudança no propósito de mercado. Neste caso é comum trabalhar com influenciadores maiores, que conseguem um alcance maior para a campanha, porém vale ressaltar que o número de seguidores não representam o alcance real dele, e as principais métricas a serem acompanhadas são: número de visualizações, impressões e alcance total.

Já o branding é um estilo de campanha que busca reforçar a imagem da marca, sendo muito utilizada em casos de mudança de público-alvo ou de lançamento de produtos. Aqui, além dos dados quantitativos, os dados qualitativos se tornam importante também. Os comentários e compartilhamentos, por exemplo, são muitos valiosos no trabalho de branding.

As campanhas com foco em conversão querem apenas a venda imediata do produto ou o download de um aplicativo, por exemplo. Neste caso, os influenciadores devem ter foco total na chamada para ação do conteúdo que está sendo produzido. Desta forma, o influenciador tenta incentivar o usuário a tomar a decisão de fazer a ação desejada. Para acompanhar o resultado dessas ações existem duas boas opções: o link parametrizado, para averiguar se o trabalho teve sucesso, ou o cupom de desconto personalizado, que permite averiguar ao longo da campanha quantas vendas foram geradas.

Dependendo do objetivo e do tamanho da sua marca, este último modelo de campanha combina com os influenciadores da cidade ou da região, que devem conversar muito mais com o público que a sua empresa busca do que um grande influenciador, por exemplo.

No último mês tivemos duas lives no nosso Instagram com o Especialista em Marketing Sandro Rodrigues sobre contratar ou não um influenciador para a sua marca. Confira a primeira e a segunda live e, claro, nos siga no Instagram!

Compartilhe:


Deixe seu comentário