Marketing Digital

Compartilhe

0
Shares
0 0 0 0
qual-rede-social-usar
8 de setembro de 2020

É preciso estar em todas as redes sociais?


Segundo a Global Digital Overview 2020, uma pesquisa desenvolvida pelo site We Are Social, em parceria coma ferramenta Hootsuite, o usuário médio da internet passa mais de 6 horas por dia conectado ao celular. Se considerarmos uma média de 8h de sono por noite e 8h da jornada de trabalho, sobram menos de 2h para atividades longe do celular como higiene pessoal, atividade física, entre outras.

Os dados brasileiros estão muito alinhados à realidade global, com 140 milhões de usuários nas redes sociais, o que representa 66% do total de habitantes. No ranking mundial, o nosso país ocupa o terceiro lugar no ranking de populações que passam mais tempo nas redes sociais, com uma média de 3h31 minutos diárias. Enquanto isso, a média global é de 2h24 por dia.

Quem não é visto, não é lembrado!

As redes sociais devem fazer parte da estratégia de qualquer empresa que deseja crescer e alcançar mais sucesso. O modo mais efetivo de fazer com que a uma empresa seja conhecida e lembrada pelo público é através das redes sociais.

A lógica para isto é simples: quanto mais a empresa se consolida em uma rede social, através de postagens frequentes de conteúdo e da interação com os seguidores, mais ela se posiciona e se destaca das outras empresas que também estão disputando a atenção do público.

Mas não basta apenas produzir um conteúdo e reproduzir em todos os canais. Cada rede social possui as suas particularidades e entender cada uma delas é fundamental para identificar quais tipos de conteúdos funcionam melhor em cada uma delas e em quais canais vale a pena dedicar esforços, de acordo com o seu objetivo.

Quem é o público?

Antes de produzir o conteúdo certo para o público da empresa, é preciso conhecer quem é esse público e, assim, ser mais assertivo na produção. São várias as formas de descobrir quem é o público-alvo de uma empresa, seja através das bases de cadastro e das informações das redes sociais.

No Facebook e no Instagram, por exemplo, é possível obter informações como idade, região e escolaridade, entre outros.

Qual rede social utilizar?

Apesar de muitas redes serem, em um primeiro olhar, parecidas, elas possuem muitas distinções de uso. Vamos usar o exemplo do Facebook e do LinkedIn:

O Facebook é uma rede muito mais descontraída, na qual é possível conversar com o público de diversas maneiras: através de postagens com fotos, vídeos, apenas textos, criando ou participando de um grupo do nicho da empresa, entre outras formas.

Já o LinkedIn é uma rede muito mais profissional, ideal para o networking e para a construção de autoridade no segmento de atuação.

Isso significa que, quando falamos de empresa, o ideal é focar no LinkedIn, por ser uma rede profissional? Depende!

Cada rede requer um tom de linguagem específico e possui um objetivo muito específico. Antes de criar conta em todos os canais, é fundamental traçar estratégias e definir quais redes são a prioridade e quais podem ser deixadas para um segundo momento.

Compartilhe:


Deixe seu comentário