Profissões

Compartilhe

0
Shares
0 0 0 0
19 de fevereiro de 2019

O mercado de luxo e a sustentabilidade


Usar as palavras “sustentabilidade” e “luxo” na mesma frase, para muitas pessoas, pode soar como uma mistura que não casa muito bem. Porém não é bem assim! O mercado glamoroso das marcas de luxo está cada vez mais de olho na sustentabilidade e responsabilidade social de seus produtos e serviços.

Atualmente o perfil do consumidor mudou muito e cada vez mais as pessoas se mostram preocupadas em adquirir bens e experiências de marcas que se preocupem com a responsabilidade social e ambiental em seus produtos. Exemplo disso são os inúmeros casos de boicote e repercussão em marketing negativo de companhias que insistem em fazer testes em animais ou são acusadas de denuncias de trabalho escravo, por exemplo.

Sendo assim, o mercado de luxo volta seus olhos aos detalhes da sustentabilidade para seduzir ainda mais seu exigente público. Com isso, fornecedores e demais prestadores de serviços, que segmentam suas atividades ao desenvolvimento sustentável de sua atuação mercantil, têm mais visibilidade e aceitação do seu trabalho.

Porém, alinha o luxo com a sustentabilidade requer estudo e dedicação de quem se propõe a fazer, isso faz com que a roda gire ainda mais para os profissionais sustentáveis, raramente uma marca que não nasceu na premissa de responsabilidade sustentável terá profissionais capacitados a fazer um planejamento de produto ou serviço voltado a esse nicho de mercado. Com isso, profissionais das mais diversas áreas que se especializam nesse mercado ganham vez e voz dentro de grandes organizações.

Todo esse cenário faz com que comece uma forte consolidação da sustentabilidade, afinal, para chegar até o luxo ela percorreu um longo caminho e através da visibilidade que esse mercado oferece ela ganhará ainda mais fatias da economia e, aos poucos, a economia é modificada e começa a pautar seus ideais não só no lucro financeiro, mas também nos benefícios de não prejudicar o planeta.

Compartilhe:


Deixe seu comentário